28 de mai de 2010

AS TRÊS ÁRVORES. SURPREENDENTE!!!


Havia no alto de uma montanha três árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.
A primeira, olhando as estrelas disse: - Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros.
A segunda, olhando o riacho suspirou: - Eu quero ser um navio grande para transportar reis e rainhas.
A terceira, olhou o vale e disse: - Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em Deus.
Muitos anos se passaram e, certo dia, três lenhadores cortaram as árvores que estavam ansiosas em ser transformadas naquilo que sonhavam. Mas os lenhadores não costumavam ouvir ou entender os sonhos...
Que pena... !?!?
A primeira árvore acabou sendo transformada em um cocho de animais coberto de feno. A segunda virou um simples barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. A terceira foi cortada em grossas vigas e colocada de lado num depósito. Então, desiludidas e tristes, as três perguntaram: "- Por que isso?"
Entretanto, numa bela noite, cheia de luz e estrelas, uma jovem mulher colocou seu Bebê recém-nascido naquele cocho de animais e, de repente, a primeira árvore percebeu que continha o Maior Tesouro do mundo.
A segunda árvore estava transportando um Homem que acabou por dormir no barco em que se transformara. E quando a tempestade quase afundou o barco, o Homem levantou-se e disse: " Paz!". E num relance, a segunda árvore entendeu que estava transportando o Rei do céu e da terra. Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de Cruz e um Homem foi pregado nela. Logo sentiu-se horrível e cruel.
Mas logo no domingo seguinte, o mundo vibrou de alegria. E a terceira árvore percebeu que nela havia sido pregado um Homem para a Salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de seu Filho ao olharem para ela.
As árvores haviam tido sonhos e desejos, mas, sua realização foi mil vezes maior do que haviam imaginado.
Portanto, não se esqueça: "Não importa o tamanho do seu sonho. Acreditando nele, sua vida ficará mais bonita e muito melhor para ser vivida."

PARA REFLETIR:
Quem começa a ler esta história e para no meio, achando que é mais uma “mensagensinha” na internet, não tem a surpresa do final; assim como quem responde não ao chamado diário que Deus nos faz através dos irmãos, não sabe a quantas graças e bençãos está dizendo NÃO.
Estas árvores da história, se tivessem a opção de dizer não aos lenhadores, teriam aceitado seus destinos? E nós, quantas vezes dizemos não a uma missão, ou mesmo a um pequeno trabalho pastoral, por acharmos que não era exatamente isso que queríamos, ou por não ser bem o que preferimos fazer? Deus nos chama muitas vezes através dos irmãos e nos recebe com bênçãos e graças inimagináveis! Basta que digamos diariamente o nosso sim à Sua Vontade!
"Aprenda a sacrificar as suas preferências e os seus privilégios!" Isto é possível sim, mesmo sem precisar passar por cima das suas convicções.
"Pra fazer Sua Vontade, pra viver no Seu Amor, eis-me aqui Senhor!"
Marcio Tadeu Cardoso

24 de mai de 2010

DIA 24 DE MAIO: FESTA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA!

BASÍLICA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA EM TORINO (TURIM).
Escreveu Dom Bosco: "A festa de Maria Auxiliadora deve ser o prelúdio da festa eterna que deveremos celebrar todos juntos um dia no Paraíso".

Oração a Nossa Senhora Auxiliadora, Protetora do Lar:
Santíssima Virgem Maria a quem Deus constituiu Auxiliadora dos Cristãos, nós vos escolhemos como Senhora e Protetora desta casa.
Dignai-vos mostrar aqui Vosso auxílio poderoso.
Preservai esta casa de todo perigo: do incêndio, da inundação, do raio, das tempestades, dos ladrões, dos malfeitores, da guerra e de todas as outras calamidades que conheceis.
Abençoai, protegei, defendei, guardai como coisa vossa as pessoas que vivem nesta casa.
Sobretudo concedei-lhes a graça mais importante, a de viverem sempre na amizade de Deus, evitando o pecado.
Dai-lhes a fé que tivestes na Palavra de Deus, e o amor que nutristes para com Vosso Filho Jesus e para com todos aqueles pelos quais Ele morreu na cruz.
Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por todos que moram nesta casa que Vos foi consagrada.
Amém.

20 de mai de 2010

PENTECOSTES E A IGREJA NASCENTE.

Jesus prometeu o Espírito Santo como “o outro Paráclito” (defensor, protetor)(Jo 14,16), Aquele que continuaria a obra de salvação realizada na primeira Páscoa cristã. Por conseguinte, tendo deixado os discípulos, o Senhor enviou-lhes o Dom prometido (At 2,1-11, 32-33, 36-41). Trata-se de um fenômeno que reúne numa só família homens de diversas culturas, vinculados entre si pelo amor sobrenatural derramado em seus corações. O Espírito Santo é o princípio vivificante do corpo social fundado por Cristo, a Igreja.
Como mostra o livro dos Atos, até o dia de Pentecostes, a comunidade dos discípulos de Jesus estava um pouco parada, sem saber que rumo tomar. Foi a experiência pentecostal que transformou esta comunidade em movimento missionário. Em Pentecostes, a Igreja foi manifestada ao mundo.
Antes de Pentecostes havia estruturas que o Espírito Santo, em Pentecostes, passou a animar, de acordo aliás, com profecias messiânicas antigas:
"Eu vos darei um coração novo e porei em vós um espírito novo. Removerei de vosso corpo o coração de pedra e vos darei um coração de carne. Porei em vós o meu espírito e farei com que andeis segundo minhas leis e cuideis de observar os meus preceitos." (Ez 36,26-27).
Alimentados pelos Dons do Espírito Santo, não podemos guardá-los só para nós, mas utilizá-los numa participação ativa da missão evangelizadora de Jesus (Mt 25,14-30).

17 de mai de 2010

UM PRESENTE PARA VOCÊ!

Imagine que você tenha uma conta corrente e, a cada manhã, você acorde com um saldo de R$86.400,00. Só que não é permitido transferir o saldo de um dia para outro. Vinte e quatro horas depois o seu saldo é zerado, mesmo que você não tenha conseguido gastá-lo todo. O que você faz? Você irá gastar cada centavo, é claro! Todos nós somos clientes deste banco de que estamos falando. Ele se chama TEMPO. Toda manhã, é creditado para cada um de nós 86.400 segundos. Vinte e quatro horas depois o saldo é debitado como perda. Não há volta. Você precisa gastar, vivendo o presente, o seu depósito diário. Invista então, na saúde, na felicidade, no sucesso e, principalmente, no AMOR AO PRÓXIMO. O relógio está correndo. Faça o melhor para o seu dia. Lembre-se de que o tempo não espera ninguém. Ontem é história e amanhã é mistério. O hoje é uma dádiva e, por isso, é chamado de PRESENTE !!!
Autor desconhecido
PARA REFLETIR:
Vamos parar de perder tempo com bobagens, com rancores, com sentimentos negativos, pois esta vida é curta, mas é através do que vivermos neste mundo que alcançaremos o CÉU! Valorize cada momento da sua vida porque, cada momento de DESESPERO é um momento a menos de ESPERANÇA, cada momento de DÚVIDA é um momento a menos de FÉ, cada momento de OFENSA é um momento a menos de PERDÃO, cada momento de ÓDIO é um momento a menos de AMOR e, cada momento de DISCÓRDIA, é um tempo a menos de PAZ e UNIÃO entre os FILHOS DE DEUS.
Marcio Tadeu Cardoso

15 de mai de 2010

CONFIANÇA OU DÚVIDA?

Contam que um alpinista, desesperado por conquistar uma altíssima montanha de uma região muito fria, iniciou sua escalada depois de anos de preparação. Como queria a glória só para ele, resolveu subir sem companheiros. Durante a subida, foi ficando tarde e mais tarde e, como ele não levou equipamento para acampar, decidiu seguir subindo... e por fim ficou escuro. A noite estava realmente muito escura, pois a lua e as estrelas estavam encobertas pelas nuvens. Ao subir por um caminho estreito, bem próximo do topo da montanha, ele escorregou e precipitou-se pelos ares. O alpinista via apenas velozes manchas escuras passando por ele e sentia a terrível sensação de estar sendo sugado pela gravidade. Sentia fortíssimos solavancos causados pelo esticar da corda na qual estava amarrado, que acabavam soltando as estacas que estavam cravadas na montanha. Em seus angustiantes momentos, passaram por sua mente alguns episódios felizes e outros tristes de sua vida. Pensava na proximidade da morte, sem solução. Nesse momento de silêncio e solidão, não havia nada que pudesse fazer. Então, gritou com todas as suas forças: - “Meu Deus, me ajuda!!!” De repente, uma Voz grave e profunda vinda dos céus lhe respondeu: - “QUE QUERES QUE EU FAÇA?” E ele disse: - “Salva-me, meu Deus!!!” A Voz lhe perguntou: - “REALMENTE CRÊS QUE EU POSSO SALVÁ-LO?” E o alpinista respondeu: - “Com toda certeza, Senhor!!!” Ouvindo isso, a Voz lhe disse: - “ENTÃO, CORTA A CORDA NA QUAL ESTÁS AMARRADO.” Houve um momento de silêncio. Em seguida, o homem agarrou-se ainda mais fortemente à corda. Conta a equipe de resgate que, no outro dia, encontraram o alpinista morto, congelado pelo frio, com as mãos agarradas fortemente à corda. Estava a apenas alguns metros do solo. E você, cortaria a corda? Muitas vezes precisamos tomar decisões que testam nossa fé em Deus. Você, que está agarrado a tantas cordas, se soltaria?

Devemos diariamente exercitar nossa confiança em Deus, lembrando-nos sempre que “O Senhor nosso Deus nos segura pela mão e nos diz: - ‘Não temas , eu te ajudo’.” Isa 41,13

VAMOS CANTAR JUNTOS!

MOMENTO NOVO

LITURGIA
Criação coletiva; Ernesto B. Cardoso, Paulo Robrerto, Déa, Eder Soares, Darlene, Técio Junker (Grupo Revivendo)

Deus chama a gente pra um momento novo
De caminhar junto com seu povo
É hora de transformar o que não dá mais
Sozinho, isolado ninguém é capaz.

Por isso vem!
Entra na roda com a gente também
Você é muito importante (bis)
Vem!

Não é possível crer que tudo é fácil
Há muita força que produz a morte
Gerando dor, tristeza e desolação
É necessário unir o cordão.

A força que hoje faz brotar a vida
Atua em nós pela sua graça
É Deus que nos convida pra trabalhar
Amor repartir e as forças juntar.

11 de mai de 2010

VOCÊ SABE QUANTOS PADRES TEMOS NO BRASIL?

06 de Maio de 2010 - 10:20 - cnbb
Vamos fazer uma conta?
Até o dia 1º de maio de 2010, a Igreja contava com 18 mil padres no Brasil. E mais de 100 milhões de fiéis. Isso significa que cada padre tem que atender a mais de 5555 fiéis.
Agora faça essa conta comigo:
10% de 18 mil padres = 1.800 padres
1% de 18 mil padres = 180 padres
0,1% de 18 mil padres = 18 padres
0,01% de 18 mil padres = 1,8 padres
Quantos padres brasileiros estão envolvidos em escândalos pela mídia? 2 ou 3? Isso significa menos de 0,02% de todos os padres do Brasil!
E os outros 99,98%?
Nós vamos condenar todos os padres por causa de 2 ou 3?
Nós vamos deixar de acreditar em 11 Discípulos porque Judas traiu Jesus?
Nós vamos deixar de acreditar no Senhor por causa disso?
Deixaremos de ir à Igreja e de comungar por causa da mídia escandalosa?
Pense bem: mesmo você sendo pecador e imperfeito, mesmo com dúvidas, mesmo que você se afaste da Igreja de Cristo, mesmo assim Jesus morreu por você!
Pense nisso com carinho.
Dom Eduardo Pinheiro da Silva

10 de mai de 2010

ENCONTRE A SUA "CABANA"!

“A CABANA” – Willian P. Young
“Princesa? Cachoeira? Espere um minuto! Papai ficou olhando enquanto as peças se encaixavam.
- Obviamente você conhece o fascínio da minha filha por cachoeiras e pela lenda da princesa Multnomah. - Papai assentiu. - É disso que se trata? Ela teve de morrer para que você me mudasse?
- Espere aí, Mack. - Papai se inclinou. - Não é assim que eu faço as coisas.
- Mas ela adorava tanto aquela história!
- Claro que sim. Por isso ela foi capaz de entender o que Jesus fez por ela e por toda a raça humana. As histórias sobre uma pessoa disposta a trocar sua vida pela de outra são um fio de ouro em seu mundo e revelam tanto suas necessidades quanto o meu coração.
- Mas se ela não tivesse morrido eu não estaria aqui agora...
- Mack, eu crio um bem incrível a partir de tragédias indescritíveis, mas isso não significa que as orquestre. Nunca pense que o fato de eu usar algo para um bem maior significa que eu o provoquei ou que preciso dele para realizar meus propósitos. Essa crença só vai levá-lo a idéias falsas a meu respeito. A graça não depende da existência do sofrimento, mas onde há sofrimento você encontrará a graça de inúmeras maneiras.
- Na verdade, isso é um alívio. Eu não suportaria pensar que minha dor poderia ter cortado a vida dela.
- Ela não foi seu sacrifício, Mack. Ela é e sempre será sua alegria. Este é um propósito suficiente para Missy.
Mack se recostou de novo na cadeira, examinando a vista da varanda.”

Papai: representação de Deus.
Mack: pai de Missy, garotinha que foi seqüestrada e assassinada.
UM POUCO MAIS SOBRE O LIVRO: http://soldadodapaz-mas.blogspot.com/

PARA REFLETIR:

Deste trecho do capítulo 13 do livro “A Cabana”, de Willian P. Young, podemos tirar um grande ensinamento. Quantas vezes nos queixamos a Deus pelas dificuldades que enfrentamos em nossas vidas e pelos sofrimentos que acabamos tendo de passar sem que tenhamos culpa alguma? – Porque eu, porque comigo, porque com a minha família? – é a pergunta que toma conta do pensamento. É a nossa revolta que toma conta do nosso ser e não deixa espaço para que o Amor de Deus aja em nossos corações para nos confortar e nos resgatar. Então, depois de passada a tempestade, vem a bonança, como diz o ditado. Mas, até alcançar a tão sonhada bonança, prostramo-nos diante do Senhor e nos entregamos à ação do Seu Amor, ou nos envenenamos com sentimentos de revolta? Tudo nessa vida passa, só não passa o Amor de Deus por nós. Fechar o coração com sentimentos de indignação, além de não resolver nada, dificulta a ação do Amor de Deus em nós. Deus nos oferece todo o seu Amor, mas é preciso que nós O aceitemos de coração aberto.

“A graça não depende da existência do sofrimento, mas onde há sofrimento você encontrará a graça de inúmeras maneiras. Eu crio um bem incrível a partir de tragédias indescritíveis, mas isso não significa que as orquestre. Nunca pense que o fato de eu usar algo para um bem maior significa que eu o provoquei ou que preciso dele para realizar meus propósitos.”

Eu mesmo sou testemunha disso tudo que acabo de dizer e citar. Passei por uma fase em minha vida, entre 2008 e 2009, em que eu me sentia seqüestrado de mim mesmo. Sentia-me como se estivesse vivendo uma vida que não era a minha. Comparo essa fase da minha vida a um filme de suspense. O estresse foi muito grande, pois em muitos momentos eu me senti como um cordeiro no meio de lobos, e lobos em briga. Não foi nada fácil superar aquela fase, mas meu suporte foi a Eucaristia diária e a Adoração ao Santíssimo Sacramento. Antes disso eu não participava da Santa Missa todos os dias, apenas aos domingos. Agora, meu dia não é completo se não recebo a Santa Eucaristia. Eu não era mais tão atuante na Igreja como na época da Pastoral da Juventude e da Pastoral da Comunicação, mas confesso que sentia muita falta disso tudo. Pois então, se eu não tivesse me entregado à ação do Amor de Deus naquele momento tão difícil, eu não poderia dizer hoje que “o Todo-Poderoso fez grandes coisas em meu favor”! E como fez!!! “O Seu Nome é Santo, e Sua Misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que O temem”! Hoje, graças a Deus, estou ótimo, feliz, em paz! E essa é a paz verdadeira, que não depende dos acontecimentos, pois só a encontra quem se abandona nos braços do Senhor. Vivi esta experiência na Capela da Divina Misericórdia, que foi a minha “Cabana”. Jesus espera por você também! Encontre a sua “Cabana”! Só Ele resgata! Só Ele devolve a vida!

Marcio Tadeu Cardoso

9 de mai de 2010

ETERNAMENTE, MÃE!

MÃE...
que na presença constante me ensinou
na pureza do seu coração a vislumbrar
caminhos...

MÃE...
dos primeiros passos, das primeiras
palavras...

MÃE...
do amor sem dimensão, de cada momento,
dos atos de cada capítulo de minha vida
não ensaiados, mas vividos em cada
emoção...

MÃE...
da conversa no quintal, do acalanto do
meu sono aquecido de amor, aninhada
em seu coração...

MÃE ...
do abraço, do beijo que levo na
lembrança...

MÃE...
é você que me inspira a caminhar...

MÃE...
a presença de cada passo que o
tempo não apaga: por mais longo
e escuro que seja o caminho, haverá
sempre um horizonte...

MÃE...
Mulher a quem devemos a vida,
que merece o nosso respeito,
nossa gratidão e nosso afeto.

Autor desconhecido

Entre as quadras da vida e as atividades que o mundo o envolve, reserve um tempo para essa especial criatura chamada mãe.
Não a esqueça. Escreva, telefone, mande uma flor, um mimo.
Pense quantas vezes, em sua vida, ela o surpreendeu dessa forma.
E não deixe de abraçá-la, acarinhá-la, confortar-lhe o coração.
Você, com certeza, será sempre para ela, o melhor e mais caro presente.
Autor desconhecido

8 de mai de 2010

FÉ VAIDOSA!

Muitos religiosos alardeiam sua fé. Gritam alto que se converteram. É ouvi-los um pouco e logo perceber que seu testemunho tem "eu" demais e "Deus" de menos. Adoram falar de quem eram e do que se tornaram. Dizem que é para louvar a Deus, mas acabam se tornando profissionais de testemunho. Falam demais de sua vida para depois falar um pouco de Deus. Sua fé não é serena. Gostam que a mão esquerda saiba o que faz a direita ( Mt 6,3) e ficam nas esquinas e nas ruas e diante dos vídeos dizendo quem são e o que Deus fez por eles.
Pode ser testemunho sincero e humilde e pode ser vaidade. Posar de santo é uma coisa, ser santo é outra. Jesus mandou aos discípulos que proclamassem o evangelho à luz do dia e de cima dos telhados. ( Mt 10,27) Era para que mais gente visse e ouvisse, mas há os que sobem lá, não para proclamar para mais pessoas e sim para serem vistos por mais gente. Que nós pregadores tomemos cuidado.
Se a fé humilde não toma conta a cabeça fica tonta .
Pe. Zezinho scj
fonte: CatolicaNet

UM POUCO DE HUMOR!

Os Três Papagaios.
Um cara entra numa loja de animais, querendo comprar um papagaio, encontra três idênticos numa gaiola e pergunta o preço:
- O da esquerda custa 500 Reais - diz o dono.
- Nossa, que caro! Por que vale tanto?
- Ele é um papagaio muito especial - explica. - Sabe operar um computador.
- Ah, sei... E o da direita, quanto vale?
- Esse custa 1000 Reais.
- Nossa, mas por que custa tão caro?
- Ah, porque além de saber operar um computador, também domina o Windows
e outros sistemas.
- Sei, interessante... E o papagaio do meio?
- Esse custa 5 mil Reais!
- Que é isso?! O que ele sabe fazer de tão especial?
- Na verdade - diz o dono, - nunca vi esse papagaio fazer coisa nenhuma, mas os outros dois o chamam de chefe.

PENSAMENTOS:

“Errar é humano, mas quando a borracha se gasta mais do que o lápis, você está exagerando.” - J. Jenkis

“Aquele que diz uma mentira não sabe a tarefa que assumiu, porque está obrigado a inventar vinte vezes mais para sustentar a certeza da primeira.” - Alexander Pope

6 de mai de 2010

SAGRADA ESCRITURA, O CAMINHO DA VIDA!!! A JUSTIFICAÇÃO É DOM DE DEUS.

Para alguns que confiavam na sua própria justiça e desprezavam os outros, Jesus contou esta parábola: “Dois homens subiram ao Templo para rezar; um era fariseu, o outro era cobrador de impostos. O fariseu, de pé, rezava assim no seu íntimo: ‘Ó Deus, eu te agradeço, porque não sou como os outros homens, que são ladrões, desonestos, adúlteros, nem como esse cobrador de impostos. Eu faço jejum duas vezes por semana, e dou o dízimo de toda a minha renda.’ O cobrador de impostos ficou à distância, e nem se atrevia a levantar os olhos para o céu, mas batia no peito, dizendo: ‘Meu Deus, tem piedade de mim, que sou tão pecador!’ Eu declaro a vocês: este último voltou para casa justificado, o outro não. Pois quem se eleva, será humilhado, e quem se humilha, será elevado.” (Lc 18, 9-14)
PARA REFLETIR:
Precisamos entender que, ser Igreja e não ter humildade, é o mesmo que não ser Igreja. Mesmo que tenhamos muitos conhecimentos pela vivência ou pelo estudo que já tivemos, corremos o risco de anular o valor de tudo o que sabemos, a partir do momento que começarmos a pensar que sabemos tudo ou que sabemos mais do que os outros. Devemos aceitar com humildade o fato de que, por mais conhecimentos que tenhamos e por maior que seja a nossa atuação na Igreja, sempre teremos muito a aprender com a vida e com as outras pessoas, mesmo aquelas que aparentemente sabem menos do que nós. Quando nos conscientizarmos da dificuldade que temos em criar uma harmonia entre o nosso crescimento intelectual e espiritual, e trabalharmos melhor esta questão dentro de nós mesmos, poderemos então participar mais ativamente da Igreja, e de maneira mais verdadeira, pois saberemos colocar nossos conhecimentos e nosso trabalho realmente a serviço da construção do Reino de Deus. “Não se considere sábio ao realizar o seu trabalho.”(Eclo 10, 26)
Marcio Tadeu Cardoso

FRASES DE SÃO JOSEMARÍA ESCRIVÁ, FUNDADOR DO OPUS DEI.


"Não o esqueçamos: no cumprimento da Vontade Divina, as dificuldades se ultrapassam por cima..., ou por baixo..., ou ao largo. Mas..., ultrapassam-se!"

"Quando se trabalha para expandir um empreendimento apostólico, o “não” nunca é uma resposta definitiva. Insiste!"

"Queres viver a audácia santa, para conseguir que Deus atue através de ti? Recorre a Maria, e Ela te acompanhará pelo caminho da humildade, de modo que, diante dos impossíveis para a mente humana, saibas responder com um "fiat!" (faça-se!) que una a terra ao Céu."

"Cada vez tens de alargar mais o teu coração, com fomes de apostolado! De cem almas interessam-nos as cem."

"Por que te zangas, se zangando-te ofendes a Deus, incomodas os outros, passas tu mesmo um mau bocado... e, por fim, tens de acalmar-te?"

"NO FINAL DAS CONTAS É ENTRE VOCÊ E DEUS."

“Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas. Perdoe-as assim mesmo.
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-la de egoísta, interesseira. Seja gentil assim mesmo.
Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros. Vença assim mesmo.
Se você é honesta e franca, as pessoas podem enganá-la. Seja honesta e franca assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra. Construa assim mesmo.
Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja. Seja feliz assim mesmo.
O bem que você faz hoje, pode ser esquecido amanhã. Faça o bem assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo.
Veja você que, no final das contas, é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e as outras pessoas.”

MADRE TERESA DE CALCUTÁ

4 de mai de 2010

A VERDADEIRA ALQUIMIA!!!

Certa vez um andarilho apareceu numa aldeia da Idade Média. Dirigiu-se à praça central, anunciou-se como alquimista e disse que ensinaria como transformar qualquer tipo de metal em ouro. Algumas pessoas pararam para ouvi-lo e começaram a proferir gracejos e ridicularizá-lo. O estranho não se abalou com as chacotas e pediu um pedaço de metal. Alguém entregou-lhe uma ferradura e uma outra pessoa ofereceu-lhe um prego.
O alquimista então pegou as duas peças e, ainda sob a risada dos incrédulos, colocou-as numa vasilha e derramou sobre elas o conteúdo de um frasco que havia retirado de sua sacola. Permaneceu alguns segundos em silêncio e o fenômeno aconteceu: a ferradura e o prego tornaram-se dourados. Uma sensação de espanto percorreu a multidão que se avolumava cada vez mais na praça. O alquimista levantou as peças para que todos pudessem admirar a transmutação. Um ourives presente no local pediu para examinar os objetos e, em pouco tempo, revelou serem as peças de ouro puríssimo, como nunca havia visto.
O alquimista então pegou um grosso livro de sua sacola e disse estar nele o segredo da transmutação dos metais em ouro. Em seguida, entregou o livro a uma criança próxima e partiu tranqüilo. Ninguém o viu ir embora, pois todos os olhos mantiveram-se fixos no objeto nas mãos da criança.
Poucos dias depois, a maioria das pessoas possuía uma cópia do valioso manuscrito. Assim, a receita para produzir ouro passou a ser conhecida por todos. Contudo, a fórmula era complexa. Exigia água destilada mil vezes no silêncio da madrugada e ingredientes que deveriam ser colhidos em noites especiais e em praias distantes.
No início, todos puseram as mãos à obra mas, com o passar do tempo, as pessoas foram desistindo do trabalho. Era muito penoso ficar mil noites em silêncio esperando a água destilar. Além disso, procurar os outros ingredientes era muito cansativo e requeria muito empenho, dedicação e companheirismo. As pessoas foram desistindo e, à medida que desistiam, tentavam convencer os outros a fazerem o mesmo. Diziam que a fórmula era apenas uma galhofa deixada pelo alquimista para mostrar como eram tolos.
Assim, muitos e muitos outros, influenciados pelos primeiros, também desistiram. Mas, um pequeno grupo prosseguiu com o trabalho. Apesar de ridicularizados pelo resto da aldeia, continuaram destilando a água e fizeram várias viagens juntos à procura dos ingredientes da fórmula.
O tempo correu e a quantidade de histórias divertidas e de situações que eles passaram juntos desde que começaram a seguir a fórmula, cresceu e proporcionou ao grupo experiências inesquecíveis. O pequeno grupo dos aprendizes de alquimia tornou-se cada vez mais unido. Os que perseveraram converteram-se em grandes amigos. Até que um dia, todos os que caminharam juntos e assumiram de fato o compromisso a que se propuseram, viraram a última página das instruções do livro. Lá estava escrito: Se todas as instruções foram seguidas, você tem agora o líquido que, derramado sobre qualquer metal, transforma-o em ouro. Entretanto, agora você já percebeu que a maior riqueza não está no produto final obtido, mas sim no caminho percorrido.
PARA REFLETIR:
O que nos torna infinitamente ricos, o que aqueles que desistem no meio do caminho perdem de fato, não é a quantidade de ouro que conseguimos produzir, mas os momentos que compartilhamos com os verdadeiros amigos que fizemos na caminhada de fé por um mesmo ideal.