3 de dez de 2010

ESCULTURAS VIVAS!










DETALHES DE "DAVID", DE MICHELANGELO, NA GALERIA UFFIZI, EM FLORENÇA.
Você já visitou um museu? Já observou uma escultura? Já imaginou o que era aquela escultura antes de ser uma obra de arte? Era um pedaço de madeira, um bloco de pedra... Mas ali dentro já existia aquela obra de arte esperando para ser revelada. Como já se ouviu dizer por aí, e como lembrou o meu amigo Thiago Casali em seu “blog”, a escultura já estava dentro da pedra, ou do pedaço de madeira, esperando que os excessos fossem retirados para que ela pudesse ser encontrada. Nós somos como essas esculturas, mas somos esculpidos ao longo da vida. Vem um amigo, tira um excesso daqui, e revela belezas que nós mesmos não sabíamos que existiam em nós, pois amigo verdadeiro nos ajuda a descobrir as nossas verdades. Vem também um inimigo, tira um excesso dali, e às vezes, revela belezas ainda maiores, pois como dizia São Josemaria Escrivá, os que nos perseguem nos santificam; mas isso, muita vezes, é perigoso, para nós e para eles. Pobres desses “santificadores”!

Mas já que esses inimigos passaram por nossas vidas e nos fizeram mal, ao menos serviram para que algo de bom, ou de muito bom, em nós, fosse revelado mais depressa. O maior problema, é que nesse processo todo, corremos o risco de ter arrancadas partes importantes para a finalização da obra. Isso tudo acontece porque vivemos a vida que o mundo nos propõe, muitas vezes seguindo o senso comum. Quando cansados de ser esculpidos por diversos “artistas”, nos entregamos ao nosso Criador, que sabe exatamente que escultura está escondida no “pedaço de madeira” ou no “bloco de pedra”, tudo muda! Só Ele sabe onde pode aparar as arestas sem quebrar um pedacinho que pode fazer muita falta depois. Só Ele conhece o material com o qual está trabalhando. Só Ele conhece a resistência de cada parte do “bloco de pedra” ou do “pedaço de madeira”. Ele conhece exatamente o material de cada um de nós e sabe perfeitamente como revelar as belezas escondidas em cada filho Seu. Ele pode, inclusive, reparar com Mãos de Mestre aqueles pedaços que os inimigos arrancaram de nós e que nos fazem tanta falta.
Abandonemo-nos às mãos do Senhor e Ele fará grandes coisas por nós e em nós! Só Ele pode revelar o melhor de nós! Só Ele é onipotente e onisciente, por isso pode e sabe trabalhar com qualquer material que lhe for entregue. Ele molda o “barro”, esculpe a “pedra” e a “madeira”, e faz tudo com absoluta precisão.
"A CRIAÇÃO DE ADÃO" - AFRESCO PINTADO POR MICHELANGELO, NO TETO DA CAPELA SISTINA, NO VATICANO, POR VOTA DE 1511.
Como escreveu Santo Agostinho, em Confissões, há alguma coisa do homem que nem o próprio espírito do homem, que nele está, conhece; mas o Senhor, que o fez, conhece todas as suas coisas.
E mesmo que os “escultores” desse mundo insistam em interferir na revelação da verdadeira beleza que existe em você, volte sempre para o Senhor, o Autor da Vida! Só Ele resgatará, a qualquer tempo, a verdadeira beleza que existe em você!
Meditando um pouco mais sobre as Confissões de Santo Agostinho, conscientizemo-nos de que uma coisa é ver, de cima de um monte frondoso, a Pátria da Paz, e não encontrar o caminho até ela, e esforçar-se, em vão, por lugares onde não há caminhos, onde os desertores fugitivos nos cercam e armam emboscadas contra nós; outra coisa é seguir o caminho que à Pátria da Paz conduz, protegido pelo cuidado do seu Celeste Governante, onde aqueles que abandonaram a milícia celeste não fazem assaltos, pois o evitam como a um suplício.
Inspirados ainda, nas Confissões de Santo Agostinho, peçamos a Deus, virtude de nossas almas, que entre nelas e molde-as a Ele, para que as tenha e possua sem manchas nem rugas e que se compadeça de nós segundo a Sua grande misericórdia, por causa do Seu nome, e que não abandone, de modo algum, a obra por Ele começada, concluindo assim, Ele mesmo, o que em nós está inacabado.
"A PENSADORA" - ESCULTURA INACABADA DE RODIN.
Cristo quer agir em você, mas você precisa Lhe dar livre acesso. Tente fazer uma experiência de entrega ao Senhor. Quer experimentar? Você pode começar esse processo, por exemplo, com uma Novena Eucarística. Procure um padre, faça uma boa confissão e livre-se dos pesos que impedem você de seguir adiante e de sentir a revelação das belezas que existem em você. Depois disso, disponha-se a participar da Santa Missa por nove dias consecutivos. A cada dia, peça a Jesus, na sequencia da ação de graças, logo após a Comunhão, que Ele tome posse de todo o seu ser. Permita que o Senhor aja em você e revele as belezas que estão escondidas no seu interior. Para que isso aconteça, tenha a coragem de dizer a Jesus, de coração aberto, que você está ali para fazer a vontade dEle e para viver no Seu amor, por toda a sua vida. Fazendo isso, que é sim, possível, verá que um dia estará fazendo o que antes via como impossível e proclamará que Deus fez e continua fazendo grandes coisas por você e em você.
Abra as portas do seu coração para o Senhor! Não O deixe do lado de fora da sua vida!
Que o Senhor, Nosso Deus, seja sempre o Grande Escultor da maravilhosa escultura viva que é você!

Um comentário:

  1. Grande Marcio sempre nos presenteando com grandes reflexões filosóficas cheias de profundidade!! Adorei! Que Deus possa moldar o nosso barro e nos transformar em grandes obras, ainda que para isso precisemos ser pisados e amassados por nossos inimigos para tomarmos forma... Forma de Cristãos! Abraço meu irmao!!

    ResponderExcluir

SEJAM MUITO BEM VINDOS!!!