11 de dez de 2010

12 DEZEMBRO - DIA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE.

A BASÍLICA ANTIGA E A NOVA, DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, NA CIDADE DO MÉXICO.
O cristianismo chegou ao México com os conquistadores. Guerreiro e religioso, o povo asteca convivia com a morte na prática de sua religião. Contava uma das muitas lendas, que os deuses céu e terra geraram os deuses lua e estrelas. Um dia, a terra ficou grávida e concebeu o deus sol. Os astecas ofereciam sacrifícios humanos para fortalecer o sol mas, com a dominação espanhola, os sacrifícios humanos foram proibidos.
No México, onde os astecas adoravam os deuses sol, terra, lua e estrelas, Nossa Senhora apareceu a Juan Diego, um índio asteca já convertido. Disse a ele que falasse ao bispo de sua visão e que Ela queria que fosse construída uma igreja naquele local para que pudesse ajudar àqueles que a invocassem. O local é o centro geográfico do continente americano, símbolo de que Nossa Senhora é a Rainha das Américas. Juan Diego passava sempre por ali para ir à missa. Caminhava quilômetros para ouvir a palavra de Deus. Ele teve uma visão no dia 9 e outra no dia 10 de dezembro de 1531. Quando ouviu o relato dos fatos, o bispo não acreditou e pediu a Juan Diego uma prova. No dia seguinte ele não saiu de casa porque cuidava do tio que estava muito doente. No dia 12, foi por outro caminho para buscar um padre, pois o tio estava quase morrendo. A Senhora lhe barrou a caminhada e ele falou a Ela o que estava acontecendo. Então Ela disse:–“Não estou aqui Eu que sou tua Mãe? Não te aflijas com a doença de teu tio, pois ele já sarou”. Confortado com a notícia, ele contou à Senhora que o bispo queria uma prova de suas visões. Ela então fez surgir rosas grandes e perfumadas no alto do monte Tepeyac. Aquele não era um lugar onde brotassem flores de qualquer espécie, porque havia muitas ervas daninhas e, além disso, era inverno no hemisfério norte e o gelo estragava tudo. Ele cortou as rosas e as guardou em seu poncho. Em seguida, levou-as ao bispo e desdobrou o poncho na frente dele e de outras pessoas.
MANTO COM A IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, EXPOSTO ATUALMENTE NA BASÍLICA NOVA.
Depois que as flores cairam no chão, apareceu milagrosamente impressa no poncho a bela imagem da Mãe de Deus. A imagem se mantem da mesma forma como surgiu e está exposta no seu templo de Tepeyac, que tem o nome de Guadalupe. O manto, feito de uma fibra vegetal que normalmente dura no máximo 30 anos, permanece perfeitamente conservado por 5 séculos.
Resumo do livro do Pe. Oscar Quevedo sobre Nossa Senhora de Guadalupe

JARDINS ATRÁS DA BASÍLICA.
O video abaixo, sobre os enígmas da Virgem de Guadalupe, está em espanhol, mas é fácil de entender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM MUITO BEM VINDOS!!!